A IMPORTÂNCIA DE 1 GUIA

Conduzo pessoas em aventuras desde 2004 e digo que por sorte ou cuidado extremo nunca tivemos um acidente em nossas atividades. Já tivemos incidentes como picada de insetos, tombos, mal-estar, tropeços, porém nenhum acidente com fratura e sempre evitamos em determinadas épocas as regiões propícias as cabeças d’agua/trombas d’água, prática que nos levou a nunca topar com tal risco.

Na aventura de Nº142, Borda Norte da Chapada dos Veadeiros,  aconteceu um fato que pode acontecer com qualquer aventureiro. Vivência que trouxe a responsabilidade de relatar para descrever a importância da contratação de uma guia regional e associado.
Nosso grupo DOCERRADO.com ia na frente, faltando pouco para fechar a trilha de volta da Ponte de Pedra. Paramos antes da subida da grotinha e em um momento escutamos o chamado do nosso amigo e guia Alelujah, relatando que uma menina do seu grupo havia torcido o pé. Voltamos e na mesma hora chegou o guia Mauro, naquela hora a união dos guias e o trabalho em conjunto mostrou-se fator determinante para um procedimento eficaz e seguro de remoção da garota acidentada. Até porque não havia sido uma torção e sim uma fratura no tornozelo.
Pedro Ivo sacou uma rede da sua mochila, logo já cortaram um galho reto e forte o bastante para aguentar carregar a garota até a sede da fazenda que estava ali, algo em torno de 1Km.
Afim de aliviar o número de pessoas que estavam lá parados, conduzi o pessoal até a sede da fazenda para ficarem esperando lá. Chegando fui de encontro com o proprietário da fazenda Sr. Horley e relatando o ocorrido de forma prestativa e responsável colocou um trator para ir de encontro ao grupo que vinha caminhado e carregando a garota. Neste tempo matinha contato com o grupo que realizava o socorro e remoção utilizando nosso rádio. Quando ligou o trator ainda falei no rádio que o “helicóptero” estava a caminho.

Todo procedimento ocorreu de forma segura. Desde a colocação de talas de imobilização, a rede de transporte e até o final da operação que foi leva-la ao hospital. O procedimento foi realizado com base em treinamentos, cursos e práticas. O papel de um guia vai além da guiagem, e trabalhando em associação na hora de uma eventual ocorrência, a união faz toda diferença.

– Parabéns aos guias evolvidos, Pedro Ivo, Mauro, Alelujah, aos amigos Stanley e Luciano que junto com toda essa galera transportaram alternando durante a trilha.
– Parabéns a Associação de Condutores em Ecoturismo de Cavalcante e Entorno – ACECE.
– Parabéns descomunal para a garota que aguentou e muito todo o tempo. Realmente foi muito guerreira, forte e manteve a calma em todo o momento.

A Associação de Condutores em Ecoturismo de Cavalcante e Entorno, ou ACECE é a maior associação de guias da Chapada dos Veadeiros. Atualmente são cerca de 80 guias adimplentes e a única associação a gerir um atrativo, a Ponte de Pedra.

Contato da ACECE: acece.guias@gmail.com
Página da ACECE no Facebook

Um pouco sobre Guia de Turismo:

Art. 2º Considera-se Guia de Turismo o profissional que exerça as atividades de acompanhamento, orientação e transmissão de informações a pessoas ou grupos, em visitas, excursões urbanas, municipais, estaduais, interestaduais, internacionais ou especializadas.

Parágrafo único. É condição para o exercício da atividade de guia de turismo o cadastro no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos – Cadastur.

Art. 3º Conforme a comprovação da especialidade de sua a formação profissional e das atividades desempenhadas, os guias de turismo serão cadastrados em uma ou mais das seguintes categorias… (Leia +)”

Guia associado em Cavalcante e parceiro DOCERRADO.com:
Pedro Ivo: (62) 99999-3744


Flávio Martins Santos
,

Guia nacional e Sul-Americano
e sempre trabalhando em parceria com guias locais.

DOCERRADO.com
Juntando e fazendo amigos em busca de aventuras, desde 2004.


SAIBA + QUEM SOMOS E A NOSSA ASSESSORIA

 

Anúncios